• TOTAL FM
    Locutor: TOTAL FM Programa: Programação Normal
Vereadores de Pitangueiras questionam entrega da conta d’água e possível perseguição política contra professora
21/02/2018 Por Décio Rodrigues

Apenas três munícipes acompanharam a polêmica sessão ordinária do último dia 20

 

A Câmara Municipal de Pitangueiras realizou na última terça-feira (20), a 3ª Sessão Extraordinária para votação de três Projetos de Lei enviados pelo Poder Executivo um Projeto de Lei do Legislativo.

Os vereadores aprovaram por unanimidade de votos os Projetos de Lei 005 e 008/2018, além dos Projetos de Lei Complementar 007 e 009/2018, todos do Executivo Municipal, além do Projeto de Lei 005/2018, proposto pelo Legislativo.

O contribuinte pitangueirense mais uma vez não compareceu à Câmara para acompanhar de perto a atuação de seus representantes e registramos apenas a presença de três munícipes, dentre eles o diretor administrativo (sub-prefeito) de Ibitiuva, Antônio Luiz Moreira Guedes.

Com a aprovação dos Projetos de Lei, a ordem do dia passou a abordar os requerimentos dos vereadores, dentre eles, o que mais chamou atenção e gerou debate, foi o requerimento apresentado pelo vereador Francis Luís (PTB), cobrando informações da Prefeitura em relação à entrega das contas de água nas residencias pitangueirenses.

Eu gostaria de saber do prefeito Marcos Soriano (PPS), quando teremos uma solução sobre esse problema que se arrasta desde o ano passado. Não dá pra ficar toda hora falando da administração passada, pois não tínhamos esse problema até o fim de 2016”, argumentou o parlamentar.

O vereador disse ainda que vai continuar fiscalizando e cobrando ações da atual administração em relação às diversas solicitações da população.

Recebemos reclamações sobre a falta d’água, dos buracos, da demora na entrega de uniforme escolar, de perseguições a servidores municipais, sobre essa questão da distribuição das contas de água, enfim, são diversas reclamações e temos a obrigação de levar a reivindicação dos munícipes até o prefeito”, disse.

A vereadora Márcia Bento (PSD), que faz parte da base do governo Marcos Soriano, afirmou que os uniformes escolares devem chegar em meados de março desse ano e que a questão da entrega das contas de água na casa dos contribuintes está relacionada a uma “briga” judicial entre duas empresas que participaram do pregão para contratação da prestadora do serviço coleta de dados e distribuição das contas nas residencias, mas não deu um prazo para a solução total do problema.

No tema livre a polêmica ficou por uma questão levantada pelo vereador Gustavo de Felício (PSB) que concedeu entrevista à reportagem da rádio Total FM 106,1, após a sessão.

Recebi a denúncia de uma professora da rede municipal de ensino sobre uma possível irregularidade na eleição da coordenadora da escola Mário Rossin. Segundo relatou a professora Juliana Magnani Rosa a respeito de uma possível perseguição política, espero que a Câmara apure o que realmente aconteceu e para isso sugiro a abertura de uma CPI, caso seja necessário”.

Gustavo de Felício disse ainda que já solicitou a ata da eleição para verificar as possíveis irregularidades na eleição, mas ainda não recebeu a cópia do documento para saber qual será a sua atitude como vereador diante dos fatos esclarecidos, ainda de acordo com o vereador, a professora Juliana Rosa, já recebeu a cópia da ata da eleição e diante dela, fez a reivindicação junto a ele.

  • Telefone:
    (16) 3947-1421

  • Rua Aprigio de Araújo 864
    Sala 602 - Centro
    Sertãozinho - SP

Todos os direitos reservados - © 2018
Criação de Sites - Otimização de Sites (SEO) RGB Comunicação